Jamie e Britney Spears

Jamie e Britney Spears

Reprodução Instagram, DR

Após ter sido acusado de ser violento com Sean, filho de Britney Spears, recebeu ainda uma ordem de restrição temporária que o obriga a manter-se afastado do neto. Dias depois, o pai da cantora, Jamie, avançou com os papéis para deixar de ser o seu tutor legal. O juiz aceitou o pedido ontem.

De acordo com o que uma fonte disse à revista People, Jamie "decidiu sair temporariamente". No ano passado, o progenitor de Britney foi hospitalizado devido a uma rutura no cólon que podia colocar a sua vida em perigo. Os seus problemas de saúde podem agravar, sendo esta mais uma das razões para se distanciar. "Jamie parece abalado com o assunto [a acusação por parte de Kevin Federline, ex-marido da cantora] e não é uma situação onde ele queira estar", contou a mesma fonte.

Agora, no papel que outrora foi de Jamie, irá estar Jodi Montgomery e terá as mesmas responsabilidades que este tinha nos últimos 11 anos, como: "o poder de restringir ou limitar as visitas, manter os cuidadores e segurança de Britney 24 horas por dia, processar ordens de restrição contra assédio de civis e conversar com os médicos que acompanham a cantora e ter acesso aos seus registos", segundo o TMZ. De acordo com o mesmo site, a nova tutora da cantora deverá ficar no cargo pelo menos até janeiro de 2020.