Desde que foi anunciado o seu noivado com o príncipe Harry de Inglaterra, em novembro de 2017, a vida de Meghan Markle tem sido alvo do escrutínio social.

Recentemente, o prestigiado ator norte-americano, Kevin Costner, esteve no programa britânico Lorraine, e deu a sua opinião sobre um hipotético regresso da ex-atriz de Suits ao mundo da representação.

“Meghan Markle não deve voltar ao mundo da representação”, afirmou Costner. “Ela tem que se colocar na pele de Harry! Ele parece ser um homem fantástico. Eu não sou casado com uma atriz por isso mesmo, não quero ver a minha mulher a beijar outra pessoa! Eu estou do lado do Harry!”, acrescentou, considerando que o regresso de Meghan aos ecrãs seria uma falta de respeito para com o filho mais novo do príncipe Carlos.

Porém, as declarações do ator não caíram bem entre os fãs da ex-atriz e alguns britânicos, que fizeram questão de deixar duras críticas nas redes sociais, acusando-o de ser machista e hipócrita. “És muito hipócrita! E tu? Podes beijar qualquer atriz?” ; “Que ridículo” eNem consigo definir o que ele disse..”, são alguns dos comentários que se podem ler nas redes sociais.

Recorde-se que o último trabalho de Meghan Markle como atriz foi na série Suits, onde dava vida à advogada Rachel. A duquesa de Sussex gravou a sua última cena, semanas antes de anunciar o noivado com o neto de Isabel II.