“Sinto que não há nenhuma canção no mundo que tu não consigas tornar dramática”, é esta a premissa de James Corden para levar Céline Dion a cantar Baby Shark, depois de lhe explicar qual é a canção em questão.

A cantora canadiana surpreende e aceita mesmo o desafio, provando que é de facto possível dramatizar até a canção mais alegre.