1 / 14

Getty Images

2 / 14

Getty Images

3 / 14

Getty Images

4 / 14

Getty Images

5 / 14

Getty Images

6 / 14

Getty Images

7 / 14

Getty Images

8 / 14

Getty Images

9 / 14

Getty Images

10 / 14

Getty Images

11 / 14

Getty Images

12 / 14

Getty Images

13 / 14

Getty Images

14 / 14

Getty Images

Esta quarta-feira, 24 de outubro, Meghan Markle viu-se obrigada a abandonar um compromisso mais cedo do que previsto. Tudo aconteceu durante a visita a um mercado nas Ilhas Fiji, onde a duquesa de Sussex deveria permanecer durante 15 minutos com o marido, mas apenas ficou durante oito.

Isto porque, de acordo com a equipa que acompanha o casal real, “havia muito mais gente que o esperado e era preciso garantir a segurança da duquesa”. “Estava calor, humidade e muito desconfortável. Ela conheceu toda a gente que era suposto conhecer e saiu. Houve pessoas que não tiveram a oportunidade de falar com ela, mas todos os encontros previstos foram cumpridos. Ela foi retirada do local por questões de segurança. Havia muita gente”, acrescenta um dos membros da equipa.

Houve, naturalmente, quem ficasse desapontado. “Tenho muita pena porque estávamos todos muito entusiasmados por poder conhecer a duquesa. Começámos a preparar esta visita há três semanas e foi-nos dito que teríamos a oportunidade de falar com ela”, relata uma das vendedoras citada pelo site da revista HELLO!.

Recorde-se que Meghan Markle espera o seu primeiro filho, fruto do casamento com o príncipe Harry de Inglaterra. A gravidez foi anunciada há uma semana e meia e, de acordo com a imprensa internacional, a duquesa de Sussex encontra-se no quarto mês de gestação.

>> Os pormenores do look de Meghan aqui!