Phil Noble

Após vários dias de especulação, o Real Madrid confirmou a saída de Cristiano Ronaldo para Juventus, esta terça-feira, 10 de julho (ver comunicado aqui). No site oficial do clube madrileno, pode ler-se uma carta de despedida deixada pelo jogador português aos colegas e adeptos do Real Madrid.

Cristiano Ronaldo esteve durante nove anos no clube espanhol. Entre os vários títulos, venceu quatro Ligas dos Campeões pelos merengues e tornou-se o melhor marcador de todos os tempos do clube: 451 golos em 438 partidas.

Leia aqui a carta de despedida do internacional português:

"Estes anos no Real Madrid e nesta cidade de Madrid, foram possivelmente os mais felizes da minha vida.

Só me resta um sentimento de enorme agradecimento para com este clube, para com os adeptos e para com esta cidade. Só posso agradecer a todos pelo amor e carinho que tenho recebido.

No entanto, acho que é hora de abrir uma nova fase na minha vida e por isso pedi ao clube para aceitar a minha transferência. Peço imensa desculpa e peço a todos, e especialmente aos fãs, que por favor, me entendam.

Eles foram absolutamente maravilhosos durante 9 anos. Faz 9 anos apenas. Foi para mim um momento emocionante, cheio de consideração, mas também difícil porque o Real Madrid tem uma exigência muito alta, mas sei muito bem que nunca vou esquecer que aqui gostei do futebol de uma forma única.

Já tive colegas fabulosos no campo e no balneário, senti o calor de um apoio incrível. Juntos ganhámos 3 Ligas dos Campeões consecutivas e 4 em 5 anos. E junto com eles também a nível individual, foi com prazer que ganhei 4 botas de ouro e 3 bolas de ouro. Tudo durante o meu tempo neste clube vasto e extraordinário.

O Real Madrid ganhou o meu coração e a minha família, e por tudo isto quero agradecer: ao clube, ao Presidente, aos dirigentes, aos meus colegas, a todos os técnicos, médicos, fisioterapeutas e trabalhadores incríveis que fazem tudo para que o clube funcione e que são excelentes em cada detalhe e incansávelmente.

Infinitamente agradecido aos nossos apoiantes e obrigado também ao futebol espanhol. Nestes 9 anos emocionantes tive grandes adversários. O meu respeito e apreço por todos eles.

Já pensei muito nisto e sei que chegou a hora de um novo ciclo. Vou embora mas esta camisola, o escudo e o Santiago Bernabéu continuarão a ser sempre meus, onde quer que esteja.

Obrigado a todos e, claro, como eu disse na primeira vez neste estádio há nove anos: Hala Madrid!"