José Raposo
1 / 23

José Raposo

Redes Sociais

Luísa Ortigoso
2 / 23

Luísa Ortigoso

Júlio Isidro
3 / 23

Júlio Isidro

Sofia Fernandes
4 / 23

Sofia Fernandes

Herman José
5 / 23

Herman José

Diana Chaves
6 / 23

Diana Chaves

Diana Monteiro
7 / 23

Diana Monteiro

Rui Maria Pêgo
8 / 23

Rui Maria Pêgo

Inês Mocho
9 / 23

Inês Mocho

Ana Guiomar
10 / 23

Ana Guiomar

Inês Simões
11 / 23

Inês Simões

Miguel Vieira
12 / 23

Miguel Vieira

Andreia Rodrigues
13 / 23

Andreia Rodrigues

Manuel Luís Goucha
14 / 23

Manuel Luís Goucha

Cristina Ferreira
15 / 23

Cristina Ferreira

Cuca Roseta
16 / 23

Cuca Roseta

Joana Machado Madeira
17 / 23

Joana Machado Madeira

Andreia Dinis
18 / 23

Andreia Dinis

Sofia Cerveira
19 / 23

Sofia Cerveira

João Só
20 / 23

João Só

Dália Madruga
21 / 23

Dália Madruga

Fátima Lopes
22 / 23

Fátima Lopes

Cláudia Vieira
23 / 23

Cláudia Vieira

São várias as figuras públicas que já deixaram uma mensagem nas redes sociais a homenagear as suas mães.

José Raposo: “Hoje é o DIA DA MÃE, e esta é a minha! E eu desejo que continuemos a partilhar o mundo com saúde e felicidade! Beijos Mãe!”

Luísa Ortigoso: “Mãe. Dia da mãe. A minha mãe.”

Júlio Isidro: “Apenas mais um dia em que me cruzo com a minha mãe, a mamã. É o não estar estando. É o ouvir a sua voz no silêncio. É sentir a mão seca e ossuda agarrada à minha, quando o andar já não era o mesmo. A mesma mão canhota daqueles sopapos que nem sei se merecia. Tinha a mãos sujas e ia jantar naquele estado. Chegava atrasado da escola que era mesmo ali ao virar da esquina. Os berlindes na placa central da avenida. Em vez de estudar sujava o chão do quarto com serradura dos meus aviões. E pior, as marcas irreversíveis de cola agarradas na secretária. A mamã trabalhou muito quando passou do estatuto de menina do conservatório onde o papá a foi buscar, para o consultório onde fez milhares de radiografias quase sempre sem o avental de chumbo protector. Doíam-lhe as costas dizia. Por isso a sua mão se agarrava agora à minha para passear onde quer que eu a levasse. Queria era ver, e viver. Até de avião aos setenta e muitos com aquela resposta genial: - Com esta idade não tenho medo de cair. Vou para o céu e daqui até estou mais perto. Faz-me muita falta mamã. Os meus queixosos telefonemas, os seus diagnósticos; - Se fosse isso e ao tempo que te queixas, já tinhas morrido. Curava-me. Faz-me muita falta mamã. Quanto ao meu trabalho dizia: - Sai quando estiveres no topo porque a inveja dos outros, um dia dá cabo de ti. Ainda não saí mas estou atento. Faz-me muita falta mamã. Como hoje em que não a vejo sentada no sofá a dormir televisão, na estreia da peça do La Féria ou na Cruz Vermelha a fazer conversa com os doentes, aproveitando para lhes perguntar: - Acha-me parecida com uma pessoa da televisão? Esse orgulho vaidoso deixava-me intimidado, mas queria mesmo ser a mãe única e exclusiva do Júlio Isidro. Hoje sinto-me mesmo como na fotografia de estúdio ao seu colo mamã. Preciso dos seus braços mamã. Até já”

Sofia Fernandes: “Uma alegria e privilégio ser tua mãe meu amor!!! Celebramos hoje é para sempre!( as fotos dos 2 são poucas, por isso fica uma mais antiga!)”

Herman José: “Dia da Mãe”

Diana Chaves: “Quando tirámos esta foto, a minha vida tinha mudado há dois anos. Há dois anos que era Mãe e que o meu coração tinha passado a estar ‘do lado de fora’. E é tão bom ver o meu coração a crescer todos os dias contigo. Obrigada por fazeres dos meus dias, de todos eles, felizes dias da Mãe!”

Diana Monteiro: “Feliz Dia da Mãe”

Rui Maria Pêgo: Nem sempre os astros têm bom senso. Eu podia ter 1,90, olhos azuis e uma Harley Davidson à porta, mas Júpiter ou Neptuno - o planeta que bebe shots mas quer levar o carro na mesma - tinha outras ideias. Nasci há 29 anos, filho de um grande amor, hoje quase nos 1,70, de olhos castanhos e com um fiat 500 da minha irmã Carolina parado à porta. A vida não é ideal, claro, mas foi um convite que a minha mãe e o meu pai me fizeram para aparecer e eu aceitei. Também não tinha nada melhor para fazer e o @netflix ainda não tinha sido inventado. Vai daí, nasci. Mas só porque simpaticamente fui levado dentro da barriga da minha mãe durante 9 meses sem fumo ou ABBA - coisas que tive de colmatar mais tarde.
Nada disto é simples por mais que o instagram o faça parecer. Somos todos filhos e filhas de alguém e essas pessoas filhas e filhos de outras. Ninguém ensina ninguém a ser mãe, nem ninguém - por mais que se tente - ensina alguém a ser filho. Não há famílias sem confrontos, afirmações ou decisões absurdas como daquela vez em que não fui autorizado a fazer o buço porque surgiria barba demasiado cedo. 🤦🏻. E depois existem as outras que são feitas com todo o coração aberto possível: Qual é a mãe que permite que um filho faça uma versão ficcionada da sua vida, gravada em casa dos pais, com o título de filho da mãe? A minha.
Quem lê isto tem certamente ficções, opiniões, leituras, vontades e lógicas sobre mim e sobre a nossa relação que calha ter uma dimensão pública. É provável que seja tudo ao lado. Não há mulher que admire mais. Sobretudo, por não existir apenas como mãe. Existe para lá disso. É a melhor a jogar@cardsagainsthumanity. Nunca me facilitou a vida - só quando ma deu. E vê os outros, mesmo que custe olhar. No fundo, isto poderia ter corrido tudo muito mal. Eu podia ter uma banda ou assim, mas vou só com uma capa de pêlo à abertura da @eurovision.
Correu-lhe bem, acho. E de certeza que me correu muito bem ter nascido onde nasci.
Bom dia da Mãe, mãe. Que continuemos a rir - apesar de tudo -, sempre.

Inês Mocho: “Filha, quero-te sempre assim, coladinha a mim. Será que esta mochila aguenta com ela até aos 18 anos?? E num piscar de olhos o dia da mãe ganha um novo sentido Feliz dia da mãe

Ana Guiomar: “Palavra MÃE, a definição diz ‘mulher que tem ou teve filho’ ou ‘mulher carinhosa e protectora’. Eu escolhi só estas duas, o resto acrescento eu. Porque a mãe é minha e porque cada mãe é única! Minha mãe, minha amiga, minha companheira, pessoa que acredita mais em mim, a mais preocupada e orgulhosa, aquela que me ajuda até não ter forças, a mais curiosa, a mais destemida e talentosa (é impressionante o jeito que tem para quase tudo), a que me faz irritar mais (porque inconscientemente só a quero admirar e que seja perfeita). É um espírito livre e ainda tem ataques de riso como uma miúda na adolescência. Isto é só um bocadinho da minha mãe.”

Inês Simões: “Feliz dia da mãe. Mãe só há uma mesmo!”

Miguel Vieira: “Feliz dia de aniversário e feliz Dia da Mãe”

Andreia Rodrigues: “Mãe. A vida escolheu-nos para sermos uma da outra e eu não faria outra escolha. Foste mãe e pai também...e ainda o és, sem que isso te pesasse, sem nunca baixares os braços, sem te lamentares pela árdua tarefa que a vida te deu. A tua resposta foi sempre um sorriso - que disfarçava algumas lágrimas...que nunca deixaste que te tomassem - preferiste sempre olhar a vida com entusiasmo e deixar que a gargalhada soasse mais alto que o resto, arregaçar as mangas e seguir em frente, dando sempre o teu melhor. Minha amiga, minha força, meu porto seguro, tantas vezes conselheira, meu colo! Em breve serás também o colo da tua neta.... e eu não poderia desejar melhor exemplo, melhor avó, no teu abraço ela terá tudo e eu sei que sempre te terei, com a calma e a alegria que te caracterizam, para me dizer: ‘está tudo bem, fica tranquila’, ‘tudo se resolve’, ‘vamos aproveitar o sol’! Obrigada mãe!”

Manuel Luís Goucha: “É tudo o que é e mais ainda o que lhe acrescento para ser ainda maior! Para quê um dia se a tenho em todos?”

Cristina Ferreira: "’Uma mãe primeiro tem de gostar de si, porque primeiro tem de pensar em si, e depois sim, gostar dos filhos.’ A frase é da Helena Sacadura Cabral em entrevista à @revistacristina e que eu subscrevo por inteiro. Só quem gosta de si, ama os outros. O meu filho deixou de ser meu no dia em que nasceu. Começou a vida ‘dele’. Eu estou cá para o amparar. Até ao fim da minha. Feliz dia para todos.”

Cuca Roseta: “Feliz dia da Mãe ! E que sortuda sou em ter uma mãe como esta! Um beijinho para todas as mães”

Joana Machado Madeira: “Dia da Mãe”

Andreia Dinis: “Porque o meu mundo mudou no dia em que te senti mexer pela 1a vez, no dia em que finalmente te tive nos braços e a cada instante que olho para ti. Feliz dia da Mãe a todas as grandes mães, e à maior de todas, a minha.”

Dália Madruga: “Não voltarás a estar sozinha!”

Fátima Lopes: “As mulheres da minha vida! Feliz Dia da Mãe.”

Cláudia Vieira: "Porque ser mãe é o melhor do mundo! Feliz dia para todas as mães em especial para a minha que amo tanto.."

Sofia Cerveira: "Parabéns a todas as Mães. 🏻Um beijinho muito especial à minha Mãezinha fonte de luz e amor!! A minha grande inspiração"

João Só: "Dia da Mãe que fez de mim Pai"