Reprodução Instagram, DR

Katia Aveiro estava de férias na Madeira quando testou positivo ao novo coronavírus. Depois de alguns dias em isolamento, a irmã de Cristiano Ronaldo piorou e teve mesmo que ser internada no Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal. Contraiu uma pneumonia e continua sob observação médica.

Esta quarta-feira, 28 de julho, a cantora deu novidades sobre o seu estado de saúde e, mais tarde, fez um desabafo nas redes sociais sobre as condições do hospital. "Informação hospital útil... senhores responsáveis do nosso governo", começou por escrever.

"Uma coisa boa que este internamento me trouxe... Ver de frente a classe destes profissionais e as falhas que tanta falta fazem nestes quartos isolados de hospital. Não tem TV... em nenhuma das alas. Nem para se entreterem. E tem gente que fica aqui dias e dias, sem visitas. Os velhinhos que não sabem mexer num telemóvel, que a única coisa que têm são as paredes e funcionários que lhes dão atenção sempre que podem", contou.

"Isto não pode nem deve ser uma prisão. Tem que haver o mínimo", afirmou Katia. "Pessoal, onde está o apoio dado a estes serviços? Vamos falar sobre isso? Que tal pensar nisso e ajudar e fazer o certo? Se este é o meu arma então estou feliz de estar aqui e ver com olhos de ver e tentar ajudar. Já estou a fazer o meu apelo (telefonemas) e a minha parte... E tu critico da bancada, já fizeste a tua?", questionou.

Reprodução Instagram, DR