1 / 9

Reprodução Instagram, DR

2 / 9

Reprodução Instagram, DR

3 / 9

Reprodução Instagram, DR

4 / 9

Reprodução Instagram, DR

5 / 9

Reprodução Instagram, DR

6 / 9

Reprodução Instagram, DR

7 / 9

Reprodução Instagram, DR

8 / 9

Reprodução Instagram, DR

9 / 9

Reprodução Instagram, DR

Esta terça-feira, 13 de julho, completaram-se dois meses da morte de Maria João Abreu. A atriz partiu, vítima de aneurisma cerebral, e deixou um enorme vazio nos amigos, familiares e colegas de trabalho.

João Soares, viúvo da artista, fez questão de lembrar uma vez mais a companheira, deixando um desabafo comovente nas redes sociais e várias imagens do casal.

"Dois meses sem ti. Dois meses de luta. Dois meses de procura de razões para seguir. Para conseguir. Seja lá o que for, mas para conseguir. Tal como tu o desejarias… ou melhor, tal como tu o desejas!

Minha João, sei que estás a olhar por mim, e por todos aqueles que tocaste. E amaste. E te amaram. E que tudo estás a fazer para que consigamos atingir o mais alto propósito de estar vivo: o ser feliz… E olha uma coisa, estás a conseguir! Olho à volta para os nossos, e de uma maneira ou outra, vou reconhecendo sinais de que, lenta, mas assertiva e certeiramente, vamos todos recuperando algum do brilho perdido. Porque o recebemos de ti. Um bocadinho todos os dias. Cada um a seu ritmo. Cada um à sua maneira. E todos unidos. E todos a tentar. Tal como tu o desejas e nos vais ajudando a conseguir. Para vivermos a vida. Ao recordarmos as tuas palavras. Os teus princípios. E os teus actos. E a fazer deles os nossos. Porque fazem sentido. Tanto sentido. Cada vez mais. E agora, mais do que nunca.

Ajuda-me, todos os dias, pensar, dizer e repetir, o que baptizei como o teu lema. O teu dogma. O teu resumo do sentido da vida:
“Amem-se.
Vivam o agora em pleno.
E amanhã logo se vê.”
E agora, faço dele o meu também. E faz-me bem tomá-lo para mim. Ajuda-me a encarar esta etapa deste percurso a que chamamos de vida. E a superá-la. E, consequentemente, superar-me sobre algo para o qual não estava preparado, e não sabia como ser capaz de o fazer: O voltar a viver. O almejar a felicidade. O lutar por ela. Até alcançá-la, esteja onde estiver, demore o que demorar. Mas não desistir. Nunca desistir.
Sei que estou a conseguir. Aos poucos. Ao meu ritmo. No meu compasso. E sei que vou conseguir. Vamos conseguir. Todos.

Dois meses.
Com saudade.
Com amor", pode ler-se.

Recorde-se Maria João Abreu e João Soares estavam juntos há mais de uma década, tendo trocado alianças em 2012.