Nick Cordero, Amanda Kloots e o bebé, Elvis

Nick Cordero, Amanda Kloots e o bebé, Elvis

Reprodução Instagram, DR

Foi há um ano, a 5 de julho 2020, que Nick Cordero perdeu a dura luta contra a Covid-19. Após cerca de três meses de internamento e a amputação de uma das pernas, o ator acabou por não resistir a complicações associadas à doença.

Amanda Kloots, viúva do artista, lembrou o marido nas redes sociais através de um desabafo emotivo e várias imagens do casal e do filho de ambos, Elvis, de dois anos.

"Hoje [5 de julho] dói, não há outra maneira de contornar isso. Há um ano que nos deixaste e te tornaste o nosso anjo no céu", começou por escrever.

"O que aconteceu era impensável, perder-te era o meu maior medo. Eu costumava dizer-te sempre: 'Não te atrevas a ir a lado nenhum. Se eu te perder, não sei o que farei'. Não houve um dia deste ano em que tu não fizesses falta", continuou.

"Obrigada por ser nosso anjo da guarda, por me enviares sinais, por seres o meu DJ no céu [...] Nós só tivemos alguns, poucos, anos juntos, mas foram cheios de muito amor, gargalhadas, aventura, sonhos, mudanças e crescimento. Foi a minha 'era Nick' e eu a terei para sempre", completou.

Recorde-se que Nick Cordero nasceu no Canadá e mudou-se para Nova Iorque, nos Estados Unidos, para trabalhar como ator de teatro. Em 2014 foi nomeado para um Prémio Tony pelo seu papel em Bullets Over Broadway. Também deu cartas no mundo da televisão, em séries como Law & Order: Special Victims Unit e Blue Bloods.

Instagram