Inês Patrocínio com a filha, Alice

Inês Patrocínio com a filha, Alice

Instagram

Remonta à passada quinta-feira, dia 6, o caso da morte de uma menina de dois anos depois de ter sido esquecida pela mãe dentro do carro durante pelo menos seis horas, na Avenida Miguel Bombarda, no centro de Lisboa. De acordo com o Jornal de Notícias, terá sido o marido a levar o mais velho dos três filhos do casal à escola e a mulher levou os outros dois. Só que, depois de deixar o do meio, esqueceu-se de deixar a menina na creche.

A mulher regressou a casa e só depois das 16h00, quando pediu à empregada que fosse buscar a menina, terá sido informada que esta não foi à escola nesse dia. Nesse momento terá de imediato percebido que a filha tinha ficado no carro, onde se dirigiu com o marido. Os pais pegaram na criança, pediram ajuda e foram para o Hospital de Santa Maria, onde esta chegou já sem vida. Foram feitas manobras de reanimação durante mais de meia-hora, mas sem sucesso, e o óbito acabou por ser declarado.

Segundo a mesma publicação, o casal está a receber apoio psicológico e os outros dois filhos estão à guarda da família. A Polícia Judiciária está a investigar o caso, mas a mãe, que está indiciada de um crime de homicídio negligente, ainda não foi ouvida porque está em choque.

O jornal apurou ainda que a mulher sofria de insónias e que se encontrava num estado de cansaço extremo.

Nas redes sociais há muitos comentários a apontar o dedo à mãe da criança, mas há também uma onda de solidariedade por parte de outros pais. Inês Patrocínio, irmã de Carolina Patrocínio, deixou a seguinte mensagem na sua página de Instagram: “Passei os últimos dias de coração apertado por aquela mãe. Abracem os vossos filhos com força”.

Inês Patrocínio com os filhos, Pedro e Alice

Inês Patrocínio com os filhos, Pedro e Alice

Instagram

A advogada é casada com Pedro Rocha e Melo e tem dois filhos: Alice, de três anos, e Pedro, de um ano e meio.