António Manuel Ribeiro, vocalista dos UHF, foi o convidado desta semana do Posto Emissor. Viver da música, a infância e os episódios da carreira são alguns dos temas abordados. Durante a conversa, o artista falou ainda sobre a sua relação com a família durante o seu período profissional mais intenso.

"Eu já fiz o mea culpa", começa por revelar o artista sobre se os filhos sentiram a sua ausência em casa (facto que admitiu em entrevista no Alta Definição). Não fui um pai próximo em muitas fases das vidas [dos meus filhos], porque me separei muitas vezes e divorciei-me [duas vezes]", explica.

"Eu só vivo da música. Quem vive da música, não tem verões, por exemplo (...) há um lado dos meus filhos que eu não acompanhei", sublinhou sobre a temporada de concertos, sessões de estúdio e divulgação nos verões de cada ano; sendo que só consegui estar presente, no máximo, cinco dias por verão.

O músico nota que os filhos não concordaram as suas declarações na entrevista a Daniel Oliveira, apontando-o como um ótimo pai.

António Manuel Ribeiro confessa que adora juntar a família aos domingos numa azáfama perfeita.