Reprodução Instagram, DR

No jogo deste sábado, 27 de março, Cristiano Ronaldo atirou a braçadeira para o chão e abandonou o jogo após marcar um golo no último minuto da partida, entre Portugal-Sérvia, em Belgrado, e o árbitro não validou por ter considerado que a bola não ultrapassou a linha de golo. Acabaram por empatar 2-2.

Além do craque português, outras celebridades também mostraram a sua indignação nas redes sociais como é o caso da sua irmã,Katia Aveiro, que mostrou imagens do golo do irmão. "Ontem Portugal foi escandalosamente roubado! [...] Parabéns Afonso Henriques pelo acto tão feio de "desobedeceres" a uma mãe! Parabéns Cristiano pela tua indignação de ontem na defesa de Portugal! Foste o nosso 2. Afonso Henriques. Fizeste da tua braçadeira de Capitão o que D. Afonso Henriques teria feito com a sua espada naquele jogo... ", escreveu Katia.

"As tuas imagens a jogares com a braçadeira ao chão irão correr mundo e todos verão a nossa indignação pelo que fizeram ao meu país e ao país dos portugueses! Mas ao que parece... não de TODOS os portugueses", rematou, acrescentando no final a hashtag #creditosmiguelruizinho.

A empresária aproveitou para responder a alguns comentários dos seguidores, nomeadamente, a de uma seguidora que questiona se "nunca se erra nesta família? Errar é humano. Não consigo perceber a falta de humildade em admitir. Não consigo concordar com o gesto do teu irmão".

Eis a resposta de Katia: "Que erro? Se se está a referir ao sair e atirar a braçadeira... Erro será aos seus olhos, aos nossos chama-se coragem, chama-se não ter medo, chama-se protesto, chama-se glória de ser quem ele é e de amar o que faz de corpo e alma. E opiniões são opiniões mesmo. Ele chegou onde chegou e aos 36 anos (ganhou tudo o que tinha para ganhar no mundo do futebol, o único português que ganhou o que ele tem) e ainda pedem que prove o que ele é na verdade. Um guerreiro que tem um país que tantas vezes não merece, isso sim", disse.

Instagram