Foi "À Cara Podre", na RFM, que Jorge Gabriel respondeu a várias questões de Rodrigo Gomes e Daniel Fontoura. Uma delas prendia-se com a relação do apresentador com Sónia Araújo perguntando com o lado melhor e pior de trabalhar com a comunicadora.

"O melhor é eu saber que ela é minha aliada, quer eu esteja num dia pior, quer eu esteja num dia com mais energia", começou por dizer. Quanto ao pior, o rosto da RTP , não quis deixar fugir a questão.

»» Jorge Gabriel de luto: "Perdi mais um familiar"

"O pior talvez seja a sua reserva. A Sónia é muito reservada e eu, com quase 20 anos a trabalhar com ela, já consigo perceber pelo olhar quando ela está num dia pior ou num dia melhor. Percebo que a Sónia não tenha de partilhar a sua vida comigo, era o que faltava… A Sónia tem a sua vida privada e zela muito por ela e, por vezes, talvez falte essa maior proximidade", conta.

"É do feitio dela, ela é assim com toda a gente", sublinhou Jorge Gabriel, adiantando que Sónia Araújo faz questão de manter a sua vida privada, mantendo igualmente uma relação profissional e cordial.