Rita Pereira

Rita Pereira

Fotografia: Tiago Caramujo

Rita Pereira usou as redes sociais para promover novamente um dos seus mais recentes projetos - Amor de Quarentena. Uma experiência audiovisual, que decorre através do WhatsApp e que permite ao público receber mensagens da atriz, assim como de Ricardo Pereira, Reynaldo Gianecchini e Cláudia Vieira.

A atriz da TVI celebrou o sucesso da peça, mas aproveitou também para lembrar as inúmeras críticas que recebeu no início do projeto.

"Engraçado, quando postei este projeto 'Amor de Quarentena' pela primeira vez, fui chamada de prostituta, sex worker, escreveram que perdi a cabeça, que devia matar-me, que o mundo estava ao contrário, que devia ter vergonha na cara, que sou uma vergonha para a sociedade. Fui chamada de todos os nomes possíveis e imaginários em mais de 200 comentários (mas os outros 400 comentários foram positivos)", começou por escrever.

>> RITA PEREIRA FAZ DECLARAÇÃO POLÉMICA: “O MUNDO DIZ QUE UM FILHO É O MAIOR AMOR DA NOSSA VIDA. EU AINDA NÃO CONCORDO”

"Claro que, no mesmo post dos meus colegas masculinos lia-se: és lindo, que projeto inovador, de onde é a tua camisola, eu amo-te, vou já comprar o bilhete", referiu ainda.

"Hoje, o projeto 'ridículo' está em 3º lugar das pelas mais vendidas. Resumindo, primeiro estranha-se depois entranha-se. Ninguém gosta, mas vão lá todos ver o que é. Obrigada às dezenas de pessoas que já compraram bilhete. Fico mesmo feliz", frisou.

Por fim, Rita Pereira aproveitou para recordar os seus seguidores que podem adquirir bilhete para a experiência audiovisual até 8 de fevereiro.

1 / 2

Reprodução Instagram, DR

2 / 2

Reprodução Instagram, DR