O país ficou em choque com a notícia inesperada da morte de Sara Carreira no último sábado, 5 de dezembro. A filha mais nova de Tony Carreira perdeu a vida num aparatoso acidente de viação na A1 na Póvoa da Isenta, em Santarém, junto à saída do Cartaxo.

Entrentanto, as homenagems à jovem por parte de anónimos e de várias figuras públicas têm-se manifestado nas redes sociais. Foi o caso de Bruno Nogueira reagiu à morte da jovem com um texto emotivo sobre "o medo".

"Há dois anos pediram-me um texto para a agenda do IPO que tinha como mote “A primeira vez”. Podia escolher o tema, e escolhi o medo. Falava sobre o facto de ter sentido medo pela primeira vez no dia em que fui pai" começou por escrever.

"De tudo até lá ter sido um parente pobre do medo, que me estava a tirar as medidas. E lá pelo meio, dizia isto: “E o medo (sempre o medo), esse contrapeso do amor, dois passos à frente, a arrastar os pés pesados, de costas voltadas sem nunca mostrar a cara, só para que eu saiba que ele está lá, uma sombra sem forma que me finta o passo, que isto de ser feliz é muito bonito, mas eu que não me faça de importante e o esqueça, que em menos de nada ele atira o tabuleiro ao ar, apoia-se com os dois punhos na mesa e, curvado de raiva, põe-me pequenino e no lugar”, recordou

"Hoje, esse medo redobrou-se e voltou a pôr-me no lugar. Um abraço sentido aos familiares da Sara, nesta hora de insuportável dor", rematou.