Após a derrota em tribunal contra Amber Heard, começou a circular nas redes sociais um vídeo onde Johnny Depp é questionado por um grupo de crianças sobre o seu dedo engessado.

A resposta do ator, que pode ver acima, está a deixar alguns fãs intrigados. É que Johnny tinha alegado em documentos do recente julgamento, onde foi considerado culpado de violência doméstica, que a ex-mulher tinha cortado o seu dedo, mas na gravação conta uma história completamente diferente.

"Eu estava a morrer de fome. Mordi o dedo, comi! A ponta, só um pouco. A unha não estava boa", disse, enquanto as crianças riam.

O vídeo em questão mostra o norte-americano de 57 anos vestido como 'Capitão Jack Sparrow', uma personagem do filme "Piratas das Caraíbas", durante uma visita a um hospital em 2015. Porém, as fotografias da lesão no dedo de Johnny foram mostradas em tribunal e o ator explicou que Amber o tinha cortado durante uma grande discussão quando estavam em viagem na Austrália em 2015.

O ator alegou que precisou de tratamento hospital depois da atriz lhe atirar com uma garrafa de vodka. No entanto, Amber disse que foi o próprio a infligir o ferimento ao atirar um telemóvel à parede.

AFP Contributor