Reprodução Instagram, DR

Na semana passada foi Kim Kardashian que recebeu críticas por organizar uma festa para comemorar os 40 anos numa ilha privada, mas agora o alvo é a irmã, Kendall Jenner, que começou o 25º aniversário num hotel em Hollywood neste sábado, dia 31 de outubro.

É que o evento não seguiu as regras de distanciamento social e os convidados, que incluiu The Weeknd, Justin Bieber, Scott Disick, Kylie Jenner, Travis Scott e Jaden Smith, não foram obrigados a usar máscara. No entanto, todos tiveram que fazer um teste rápido de Covid-19 antes, de acordo com o Entertainment Tonight,

Apesar do pedido da modelo para que nenhuma fotografia fosse publicada nas redes sociais, muitos famosos partilharam imagens da festa, gerando rapidamente polémica nas redes sociais. "Estas celebridades todas a publicar sobre o uso de máscara, fazer o isolamento social e indo à festa da Kendall Jenner...", escreveu um internauta.

"Esta festa de Halloween/aniversário para a Kendall Jenner com inúmeras pessoas, zero distanciamento social e as únicas pessoas que estavam a usar máscaras eram os empregados", apontou outro.

Após uma onda de críticas, Kris Jenner saiu em defesa da filha. “Estamos a lidar com muitas pessoas que têm opiniões diferentes e tudo o que podemos fazer é viver as nossas vidas da melhor maneira que sabemos e ser responsáveis ​​e fazer a coisa certa. E estamos a fazer isso”, explicou em entrevista para o programa 'Andy Cohen Live'. “Sou muito sensível ao que está a acontecer", acrescentou.

Todas as pessoas foram testadas alguns dias antes do Halloween. Portanto, somos muito responsáveis ​​e garantimos que todos na nossa família e os nossos amigos mais próximos sejam testados religiosamente. Nós fazemos o que podemos, tentamos seguir as regras.