Michel Dufour

Depois de Kanye West ter feito declarações polémicas durante o comício para a presidência dos Estados Unidos, em que revelou que considerou o aborto da sua primeira filha com Kim Kardashian, e no Twitter, onde fez graves acusações contra a esposa, houve várias celebridades que não reagiram bem ao que o rapper disse, como é o caso de Azealia Banks.

"Preciso de dizer algumas coisas. Isto de Kanye West está a deixar-me exausta. Nunca, em toda a minha vida, defendi as Kardashian ou simpatizei com elas, mas estou a ver os tweets de Kanye sobre o aborto, e desculpem, mas como é que alguém que é bipolar, tem [síndrome de] borderline e depressão, eu nunca diria ao mundo, especialmente se fosse mãe, que já pensei matar a minha filha", começou por dizer a cantora.

De acordo com a artista de 29 anos disse que essa confissão do rapper poderia trazer problemas para a pequena North, de sete anos. "Talvez o teu intuito tenha sido envergonhar a Kim ou a ti mesmo, mas porque farias isso com uma criança? O que achas que vai acontecer quando North voltar para a escola e as crianças começarem a provocá-la com isso? 'Ah foi por isso que o teu pai te tentou matar'. Tens ideia que isso se pode transformar num gatilho? O quão traumático isso é?", disse.

Azealia mostrou-se revoltada com os dados estatísticos que o rapper revelou sobre mulheres negras que decidiram abortar. “Tens conhecimento do facto de que talvez muitas dessas mães não queriam abortar? Talvez devido ao racismo sistemático e à desigualdade económica. Talvez elas tivessem que desistir dos seus bebés. Talvez houvessem muitas lágrimas que essas mulheres tiveram que chorar, tu sabes?", questionou.

"Tu paras sempre para pensar sobre isso, filho da p***? Não, porque tu não tens um transtorno bipolar. Não, tu és um homossexual não assumido. É disso que se trata. Eu sei muita merda que já fizeste”, revela, ameaçando ainda expor mais segredos do rapper.