Cristina Ferreira e Pedro Granger

Cristina Ferreira e Pedro Granger

Instagram

Uma fotografia partilhada por Cristina Ferreira no último fim de semana, na qual se mostra acabada de acordar, despenteada e sem qualquer maquilhagem (veja aqui), gerou uma onda de críticas nas redes sociais e esse foi o ponto de partida para Pedro Granger deixar na sua página de Instagram um longo desabafo sobre este tema.

O ator, de 41 anos, alerta para os perigos que se escondem por detrás destes comentários negativos e os efeitos que os mesmos podem ter, especialmente no público mais jovem.

>> Cristina Ferreira sobre a sua foto sem maquilhagem: "Pensem antes de dar a vossa opinião"

“Como se já não tivesse problemas que cheguem, hoje ao pequeno almoço dou por mim a ler um monte de parvalheiras sobre esta fotografia da Cristina (que, by the way, está uma gatinha, como de costume). Eu, por exemplo, estou bem pior com a minha barriguinha de quem não pode treinar muito, que ainda está em fisio devido a uma queda de mota. Acho óptimo que se maquilhem e que vão ao ginásio e trinta por uma linha. Até eu já fui obcecado”, começa por assumir.

“Mas CHEGA desta cultura televisiva e de imprensa onde chego a ter colegas de vintes e poucos anos a por botox na cara e a maquilhar os abdominais antes de cenas em tronco nu . CHEGA de atrizes quase tao maquilhadas como no Dallas. Chega de impingir aos teenagers do nosso país uma falsa normalidade de corpo e de beleza. Em todo o mundo nos programas e séries há magros, gordos, altos, baixos, velhos, novos, giros, feios, com músculos e sem músculos”, lembra ainda.

>> Cristina Ferreira responde a críticas: "Não preciso de vestidos e lustres para me sentir uma princesa"

“Vocês sabem que são bons no que fazem. Isto de normalizar está muito nas vossas mãos também. Nunca a faixa de ataques de ansiedade, SUICÍDIOS, burnouts ... entre jovens esteve tão alta por razões relacionadas com a imagem exterior que os outros têm de nós. Vamos todos juntos fazer alguma coisa. Claro que temos de tratar do corpo e da mente. Mas há limites para os exageros e estupidez”, acrescenta Pedro Granger, antes de deixar claro que não está a aproveitar-se de um dos assuntos do momento para ‘aparecer’.

LEIA AQUI NA ÍNTEGRA O TEXTO DE PEDRO GRANGER!