Bryn Colton

Depois de despedir mais de 500 funcionários em plena crise pandémica, Gordon Ramsay está envolvido em outra polémica. O prestigiado chef foi avisado pela guarda-costeira por desrespeitar inúmeras vezes as regras da quarentena.

O famoso cozinheiro foi visto várias vezes na Cornualha, condado que fica no sudoeste de uma península Inglaterra, onde tem três casas avaliadas em 10 milhões de libras (algo como 11 milhões de euros). E aparentemente Gordon tem saltado de mansão em mansão.

"Nós vimo-lo várias vezes em vários lugares. Não tivemos escolha a não ser dar um aviso. Eu disse: 'Olha, todos sabemos quem você é e isto é ridículo. Não está a seguir as regras. Você precisa ficar em casa ", disse um membro da guarda-costeira ao The Sun.

Os vizinhos também ligaram à policia a regalar do barulho e afirmaram ter visto os namorados das filhas, Tilly e Megan, na casa. Acredita-se também que o chef tenha visitado duas vezes a sua casa em Forwey, que fica a 40 quilómetros de distância, onde a sua outra filha Holly está a viver temporariamente.

Na quarta-feira, dia 29 de maio, Gordon partilhou um vídeo nas redes sociais a fazer um apelo para que os seguidores ficassem em casa e esse pedido não foi bem visto pelos vizinhos: "Ele está fora o tempo todo. Ele vai a peixarias e lojas para conseguir comida para os seus churrascos. Não cumpre as regras. É como morar perto de um zoológico. Depois das 17h, é extremamente barulhento", comentou um.

O jornal entrou em contato com o porta-voz do chef, mas este recusou-se a comentar o assunto.