Duffy

Duffy

Dave Kotinsky

Duffy levou uma década para falar sobre o motivo pelo qual se afastou do mundo da música. Depois de ter revelado que foi abusada sexualmente e mantida em cativeiro, a artista decidiu contar mais pormenores sobre esse momento traumático, considerando-o como "viver um assassinato, estás vivo, mas morto."

"Demorou tanto tempo para falar porque depois de ser violada e mantida em cativeiro, fugi", escreveu no site que gere, Duffy Words.

Duffy explica que precisou de mudar de casa cinco vezes porque estava com muito medo que o agressor - que a levou para um país estrangeiro e a abusou sexualmente num quarto de hotel - a encontrasse. "Mudei-me cinco vezes nos três anos seguintes, nunca me sentindo a salvo do agressor. Fugi durante tanto tempo. Encontrei um lugar para morar, a quinta casa, não era tão confinada quanto as outras casas, onde eu sofri silenciosamente, em pequenas casas ou apartamentos", contou.

Na quinta casa, a cantora conseguiu finalmente encontrar paz, mas foi um longo e difícil processo de cura. "Neste lugar que eu passaria anos solitários para encontrar a estabilidade para me recuperar, parei de correr e de me mudar. Senti que ele não podia encontrar-me na quinta casa, senti-me segura. Sinto-me segura agora", disse.