Aborrecida em casa, Ellen DeGeneres tem ligado a amigos famosos e perguntado o que estão a fazer durante a quarentena que lhe responderam que não estavam a fazer nada. Esta semana ligou a Michelle Obama para ver se obtinha uma resposta diferente.

A apresentadora quis saber como é que a ex-primeira-dama e a restante família se mantinham ocupados durante o isolamento social devido ao novo coronavírus. "Estamos apenas a tentar estruturar os nossos dias", começou por dizer.

"Estamos todos em casa. As meninas estão de volta porque as faculdades agora são online. Elas estão nos seus respectivos quartos a fazer as aulas online", explicou, referindo-se às filhas, Sasha e Malia. "Acho que Barack está... não sei onde está. Ele estava ao telefone numa videoconferência. Eu terminei mesmo agora uma também", continuou.

Michele explicou que, juntamente com o marido, Barack Obama, e com as filhas, está a tentar manter uma rotina, mas também têm passado algum tempo em frente à televisão. Apesar da atual pandemia global, Michelle disse que existem certos benefícios e lições a serem apreendidas enquanto se passa mais tempo em casa com os ente-queridos.

"Sinto por todas as pessoas que vão sofrer por causa do que vai acontecer com a economia e temos que estar atentos ao que faremos para apoiar essas pessoas quando essa quarentena terminar e as pessoas estiverem a olhar para o que sobrou dos seus negócios e das suas vidas", afirmou. "E isso é negativo, mas pelo lado positivo, sei que para nós, forçou-nos a estar sentados uns com os outros, a ter conversas reais, a realmente fazer perguntas e descobrir como nos manter ocupados sem apenas televisão ou computadores", continuou.

A mulher do ex-presidente dos Estados Unidos deixou ainda uma mensagem: "Quando os tempos estão difíceis, tendo-nos uns aos outros, tendo saúde, podemos fazer [as coisas] com muito menos. E acho que é uma lição importante que quero que os meus filhos entendam. Seja grato pelo que tem e esteja pronto para partilhá-lo quando chegar a hora", concluiu.