Joana Freitas

Joana Freitas

Reprodução Instagram, DR

Depois de ter sido incentivada por uma amiga a fazer um jogo de perguntas e respostas no Instagram, Joana Freitas apercebeu-se que muitas das coisas que publicava naquela rede social não transmitiam quem realmente era.

"Há uns meses atrás andava sem paciência para o Instagram, cheguei a comentar com amigas e com a minha agência que já não me revia nesta plataforma. Sentia-me ridícula quando percebia que perdia seguidores por não postar mais fotos de looks de roupa ou por não alimentar futilidades... não tinha paciência porque a minha vida sempre foi vender mentiras, vender trapos e uma imagem bonita!", começa por confessar.

A modelo, que já está no ramo há 20 anos, explica o porquê de se ter afastado do Instagram e deixado de produzir conteúdos. "Ficava mesmo chateada quando percebia que o conteúdo material (roupas, sapatos, fotos falsas, muitos filtros, e poses pouco naturais..) era o que mais vendia", disse.

"Percebi que não sou assim, e não quero alimentar uma indústria de mentiras numa plataforma que é minha!", garante Joana, acrescentando ainda que não quer gerar frustrações. "Nunca vi as pessoas terem tanto e viverem tão sozinhas e tão infelizes! Esta, que devia ser uma rede de partilha e com o propósito de unir pessoas, afasta-nos cada vez mais. E quase ninguém se apercebe", adianta.

Joana refere ainda que muitas pessoas têm curiosidade quanto à sua vida, principalmente o fato de ser mãe solteira, e ficou impressionada com a quantidade de mulheres na mesma situação. "A sociedade ainda não está preparada para isto, há muita gente que ainda acha que uma mãe solteira está na condição que está porque quis, quando na maioria das vezes é uma coisa que lhe foi imposta. Como se o erro fosse ela, a mulher.. que está sozinha com o filho! Poupem-me", remata.

Recorde-se que a manequim tem um filho, Francisco, de três anos, fruto da anterior relação com o surfista Francisco Alves.