Mark Makela

Bill Cosby foi condenado a prisão efetiva por abuso e agressão sexual a Andrea Constand depois de a ter drogado. Para a a estrela da televisão norte-americana, prevê-se uma pena de entre 3 e 10 anos, conforme deliberou - esta terça-feira - o tribunal.

Steven O'Neill, o juiz, recusou os apelos que pretendiam condenar Cosby a, apenas, uma pena suspensa ou domiciliária. Ainda assim, fez saber que o homem de 81 anos, considerado um "predador sexual perigoso", não será condenado a mais de um década de prisão efetiva pelo caso.

A par disso, Bill Cosby será sujeito a aconselhamento mensal até ao fim da vida e a apresentar-se às autoridades trimestralmente, assim como passará a constar da lista de agressores sexuais que são enviadas para os vizinhos, escolas e vítimas.