A rainha de Inglaterra esteve sozinha no funeral daquele que foi o seu marido durante 74 anos.

A rainha de Inglaterra esteve sozinha no funeral daquele que foi o seu marido durante 74 anos.

YUI MOK

Peter Phillips, filho da princesa Ana de Inglaterra, abriu o coração para falar da morte do avô, o duque de Edimburgo, no passado mês de abril, aos 99 anos. “O meu avô foi uma pessoa com grande influência nas nossas vidas”, começou por dizer em entrevista à BBC.

Embora a partida fosse esperada, dada a idade e os problemas de saúde que o príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II de Inglaterra, tinha, a família ficou muito abalada com a sua morte, sobretudo porque, devido à pandemia, as cerimónias fúnebres não aconteceram como esperavam.

Peter Phillips caminhou ao lado de William e Harry no cortejo fúnebre

Peter Phillips caminhou ao lado de William e Harry no cortejo fúnebre

ARTHUR EDWARDS

“Os nossos pensamentos foram de imediato para a minha avó. Tentamos apoiá-la tanto quanto podemos. Todos viram a imagem de Sua Majestade sentada sozinha. Teria sido igual para qualquer outra família, a parte mais difícil foi não poder abraçar a pessoa mais próxima daquela que tínhamos perdido”, afirmou, referindo-se à fotografia de Isabel II sozinha na igreja nas cerimónias fúnebres do amor de uma vida.

Peter Phillips, que é pai de Savannah, de dez anos, e Isla, de oito, fruto do casamento entretanto terminado com Autumn Kelly, congratula-se por as suas filhas terem a oportunidade de conviver com a rainha. “Elas são excecionalmente sortudas por ter bisavós que viveram tanto tempo. As minhas filhas valorizam muito isso e sabem que é algo especial”, explicou.