Doce

Doce

Teresa Miguel está a passar por uma fase muito complicada a nível de saúde. A ex-Doce contou ao 'Correio da Manhã' que estava há um ano à espera de uma operação devido a um grave problema na anca, mas a cirurgia no Hospital Curry Cabral, em Lisboa, tem vindo a ser adiada devido à pandemia da Covid-19.

“Estou com a articulação da anca do lado direito completamente desfeita. Estou há mais de um ano à espera para ser operada, mas por causa da Covid-19 não me chamam”, disse.

“Estou pior das outras articulações. Já não consigo andar. Só mesmo de canadianas e ainda assim com muitas dores. Até me chamarem, não sei o que vai acontecer. Não consigo ir à rua e até ir à casa de banho me custa”, revelou.

Desesperada, a cantora de 65 anos diz que está "sem saber o que fazer" e que não consegue falar com o médico. Os dias de Teresa Miguel têm sido tudo menos pacíficos, especialmente após um episódio em que foi assistida no Hospital de São José: “Deram-me só uma coisa para as dores, mas não ajudou. Não me fizeram mais nada. Estou fraquíssima. Tenho estado sempre de cama, quase não como. Não tenho forças para nada, contou.

“Faço isto apenas para alertar as pessoas para o que se está a passar no nosso Serviço Nacional de Saúde", sublinhou.