As imagens explodiram nas redes sociais. Iverson de Souza Araújo, um produtor de música brasileiro mais conhecido como DJ Ivis, foi filmado a bater violentamente na ex-mulher, Pamella Holanda, à frente da filha de nove meses e da ex-sogra. O artista defende-se alegando chantagem numa altura em surgem notícias de mais agressões e da retirada das músicas do produtor das rádios no Brasil.

O vídeo, que o site do Fama Show decidiu não partilhar, foi partilhado no último domingo pela ex-mulher do produtor. Pamella, arquitecta, é puxada pelos cabelos, e agredida com socos e pontapés à frente da bebé que têm em comum, de nove meses, e da mãe da vítima. A agressão ocorreu a 1 de julho e dois dias depois, Pamella foi à polícia apresentar queixa.

"Eu calei-me por muito tempo! Eu sofria com minha filha, sem apoio até dos que diziam estar ali para ajudar, que eram coniventes e presenciavam tudo calados sem interferir com a desculpa que eu tinha que aguentar calada porque era a 'forma dele ser' , era esse o 'temperamento dele' e que se eu quisesse viver com ele, teria que me sujeitar e ser submissa. Não se calem!!! Não se calem jamais!!! Eu não vou me calar!", escreveu Pamella no seu Instagram.

Desde então, Pamella revelou que foi agredida várias vezes, uma delas quando estava grávida de cinco meses e foi arrastada por um corredor no apartamento onde viviam.

Instagram

O que diz o DJ?

O artista, segundo a imprensa brasileira, enviou um comunicado às redações e não nega as agressões, defendendo-se que foi várias vezes ameaçado e que também ele teve que se deslocar às urgências, em março deste ano, depois de ter sido alegadamente agredido pela ex-mulher.

"Não estou aqui para justificar nada. Estou aqui para mostrar que não aguento mais isso. Muitas pessoas vão julgar-me, mas eu não suportava mais isto, eu recebi chantagens, ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que eu passei", disse o DJ.

A Leo Dias, famoso colunista social que entrevistou Pamella, um motorista do DJ revelou há muito que as agressões são frequentes e que interveio em algumas. No entanto, admitiu que teve uma posição passiva, mas que não era mais do que "discussões entre marido e mulher".

Entretanto, DJ Ivis já moveu um processo em tribunal para a ex-mulher retirar as imagens das redes sociais numa altura em que vários artistas e rádios brasileiras se distanciam do artista .