Pool

Thomas Vinterbeg foi o grande vencedor do Óscar de Melhor Filme Internacional, desta 93ª edição dos Óscares, com Druk.

Ao subir ao palco para receber o galardão, o realizador não conseguiu conter a emoção ao falar sobre a filha, Ida Vinterberg, de 19 anos, que morreu durante as filmagens.

Druk marcaria a estreia da jovem como atriz, mas esta acabou por perder a vida num acidente de carro.

Ativismo na passadeira vermelha: Travon Free "leva" vítimas de violência policial aos Óscares

Naturalmente emocionado, Thomas acabou por dedicar o prémio à filha num discurso que não deixou ninguém indiferente.

"Mais importante que tudo, quero agradeceu à minha filha (...) ela estava mais entusiasmada com este projecto do que qualquer outra pessoa. Fizemos este filme para ela", revelou.

Handout