ANNE-CHRISTINE POUJOULAT

John Travolta perdeu o filho aos 16 anos e a mulher aos 57. Como lidar com a dor? O ator abriu o seu coração sobre o luto após a mulher, Kelly Preston, ter falecido em julho de 2020 depois de uma batalha de dois anos contra o cancro da mama. “Aprendi que chorar por alguém, viver o luto, é algo muito pessoal”, disse o ator à Esquire México.

"O luto é individual e encontrar o teu próprio caminho é o que pode levar à cura. É diferente do caminho de outra pessoa. A coisa mais importante que podes fazer para ajudar as pessoas que estão a passar pelo luto é dar-lhes espaço para vivê-lo e não complicar o seu caminho", afirmou.

O ator de 67 anos exemplifica: "Imagina que perdes alguém e estás muito triste no funeral e outra pessoa vem até ti a dizer que se está a sentir ainda mais triste e não te dá espaço para tu sentires a tua dor. Tornam-se dois navios a afundar juntos. Essa é a minha experiência. Porque, embora seja bom ter companhia, às vezes isso transforma-te em alguém que está a ajudar a outra pessoa em vez de te esforçares para superar o sentimento de perda e tristeza", explicou.

John explica ainda que depois de muitas pessoas terem ido falar com ele após a perda da mulher, sentiu-se "saturado com a tristeza de todos por não saber o que fazer". O ator deixou um conselho: "A primeira coisa que se deve fazer enquanto passamos pelo luto é ir a algum lugar onde possamos realmente chorar, sem interrupções."

Recorde-se que John Travolta também é pai de Ella, de 21 anos, e de Ben, de 10 anos.