William e Harry com o primo Peter Phillips, filho da princesa Ana

William e Harry com o primo Peter Phillips, filho da princesa Ana

ARTHUR EDWARDS

No último sábado, 17 de abril, a família real britânica despediu-se do duque de Edimburgo, que morreu no dia 9, aos 99 anos. Toda a cerimónia foi, obviamente, pensada ao pormenor e não havia espaço para grandes conversas, nem tão pouco para o príncipe Harry – que regressou a Reino Unido mal soube da morte do avô – falar com o pai, o príncipe Carlos, e o irmão, William, sobre as declarações polémicas que fez na entrevista recente a Oprah Winfrey.

Em conversa com a famosa apresentadora norte-americana, o neto de Isabel II denunciou o funcionamento tóxico da realeza e a sua mulher, Meghan Markle, acusou a família do marido de nada ter feito para a ajudar a ultrapassar os momentos difíceis, recusando-lhe apoio psicológico para proteger a imagem, e ainda disse que um familiar direto do príncipe tinha tecido comentários racistas sobre o filho de ambos, Archie. LEIA TUDO AQUI!

Os quatro filhos da rainha Isabel II e do duque de Edimburgo: Carlos, Ana, André e Eduardo. Harry atrás pai e dos tios.

Os quatro filhos da rainha Isabel II e do duque de Edimburgo: Carlos, Ana, André e Eduardo. Harry atrás pai e dos tios.

ARTHUR EDWARDS

Ora, tudo isto a juntar ao facto de há um ano o casal ter renunciado aos deveres reais gerou um verdadeiro desconforto e o funeral do príncipe Filipe acabou por servir também para esclarecer algumas coisas.

>> FUNERAL DE PRÍNCIPE FILIPE: AS LÁGRIMAS E A UNIÃO DA FAMÍLIA REAL BRITÂNICA

De acordo com o The Mirror, houve vários elementos da família real, nomeadamente o príncipe Eduardo, filho mais novo de Isabel II, a sua mulher, Sophie Rhys-Jones, bem como a princesa Ana e o seu marido, Tim Laurence, que optaram por ignorar a presença de Harry, tendo mesmo evitado qualquer contacto ou cumprimento.

Por outro lado, neste momento de dor, o príncipe mostrou-se mais próximo do pai, do irmão e da cunhada, Kate Middleton, que terá sido a primeira pessoa a estender-lhe a mão e a quebrar o ambiente de tensão. Também o príncipe André se mostrou cordial com o sobrinho. Talvez por ele próprio saber o que é ser visto como um elemento ‘estranho’, já que no ano passado foi forçado a renunciar aos deveres reais devido aos envolvimentos em casos de corrupção escândalos sexuais que envolvem menores.

Kate Middleton

Kate Middleton

Max Mumby/Indigo

>> RAINHA ISABEL II DISPOSTA A QUEBRAR TRADIÇÃO NO FUNERAL DO MARIDO PARA PROTEGER O PRÍNCIPE HARRY

A conversa entre o príncipe Carlos, herdeiro do trono britânico, e dos seus dois filhos terá durante cerca de duas horas, no Castelo de Windsor, e todos terão conseguido expor o seu ponto de vista de forma pacífica. Fonte próxima da família real revelou ao The Mirror que, apesar do ressentimento e de, no passado se ter recusado a falar com Harry ao telefone, Carlos se mostrou compreensivo e até aberto a uma reconciliação sincera com o filho mais novo.

De referir que, apesar de ter viajado de imediato para Londres quando recebeu a notícia da morte do avô, Harry cumpriu nove dias de isolamento em Frogmore Cottage, a casa onde viveu com Meghan, e só viu a família no dia do funeral do duque de Edimburgo.

A rainha de Inglaterra esteve sozinha no funeral daquele que foi o seu marido durante 74 anos.

A rainha de Inglaterra esteve sozinha no funeral daquele que foi o seu marido durante 74 anos.

YUI MOK