Um dia depois da morte do duque de Edimburgo, o príncipe Carlos falou sobre a perda do pai numa declaração aos jornalistas na tarde deste sábado, dia 10.

Rainha Isabel II e duque de Edimburgo: A visita a Lisboa que escondia um segredo

"Gostaria de dizer que meu pai, durante os últimos 70 anos, prestou o serviço mais marcante e devoto à rainha, à minha família e ao país. E também para a Commonwealth. Como devem imaginar, eu e minha família sentimos muita falta do meu pai. Ele foi uma figura muito amada e apreciada. Para além de tudo o que poderíamos imaginar, estamos muito tocados pelo número de outras pessoas aqui, e em outros lugares do mundo, na Commonwealth, que partilham da nossa dor e da nossa perda", começou por dizer no vídeo que pode ver acima.

25 curiosidades sobre o casamento da rainha Isabel II

“Meu querido pai era uma pessoa muito especial que, acho que acima de tudo, sentiria-se maravilhado pelas reações e palavras emocionantes ditas sobre ele. Neste ponto de vista, eu e minha família estamos muito agradecidos. Isto vai sustentar-nos nesta particular perda e durante este período triste", sublinhou o príncipe que até ao momento foi o único membro de família real que não se expressou apenas sob a forma de um comunicado escrito acerca da morte de príncipe Filipe,

Rainha Isabel II, Príncipe Filipe e o príncipe Carlos em criança

Rainha Isabel II, Príncipe Filipe e o príncipe Carlos em criança

Fox Photos

Recorde-se que o Palácio de Buckingham confirmou que Harry vai comparecer ao funeral do príncipe Filipe, que se vai realizar a 17 de abril, em Windsor. Meghan Markle, que está grávida do segundo bebé, ficará nos Estados Unidos.