DR

Esta quarta-feira, 7 de abril, o político e antigo ministro Jorge Coelho morreu vítima de um ataque cardíaco fulminante em casa, na Figueira da Foz. Tinha 66 anos.

O ex-governante filiou-se em 1982 no Partido Socialista, onde foi dirigente, e entre 1995 e 2001 foi ministro nos dois Governos liderados por António Guterres.

Jorge Coelho demitiu-se em 2001 após a queda da ponte de Entre-os-Rios, assumindo a responsabilidade política pelo desastre com a frase marcante: "A culpa não pode morrer solteira".

Saiba mais em SIC Notícias.