Revoltado após ver golo invalidado, Cristiano Ronaldo atira braçadeira de capitão ao chão

Revoltado após ver golo invalidado, Cristiano Ronaldo atira braçadeira de capitão ao chão

Getty Images

A braçadeira que Cristiano Ronaldo atirou ao chão depois do árbitro ter invalidade um golo de Portugal no último jogo contra a Sérvia, na fase de apuramento para o Mundial de 2022, está a ser leiloada com o objetivo de ajudar uma criança doente.

O objeto usado pelo capitão da Seleção Nacional para demonstrar o seu agrado foi recolhido por um funcionário do estádio Rajko Mitic, em Belgrado. O homem, que pediu anonimato, contactou um canal desportivo no intuito de leiloar a braçadeira e angariar dinheiro para Gavrilo Djurdjevic, um bebé de seis meses que sofre de atrofia muscular espinhal e que precisa de tratamentos que rondam os dois milhões de euros.

"O Ronaldo atirou a braçadeira a três metros de mim e, quando vi que ninguém a apanhava, tive a ideia de colocá-la à venda, pois poderia ser uma boa ideia para ajudar o pequeno", explicou à agência noticiosa AFP, antes de acrescentar: “Espero que possamos chegar ao próprio Ronaldo (...) para ajudar o Gavrilo o mais possível".