Foi já durante o divórcio de Kim Kardashian que Kanye West assinou um novo contrato multimilionário com a GAP que segundo os media rondam os 819 milhões de euros. Depressa, várias publicações apelidaram o rapper e empresário de o 'homem negro mais rico dos Estados'. A Forbes negou e foi mais longe.

A publicação financeira desmente que a fortuna do artista (cuja marca de roupa YEEZY colabora, com sucesso, com marcas conhecidas) seja 5,58 mil milhões de euros, aliás, estará bem longe disso.

A Forbes adianta que os cálculos da fortuna do ex-marido de Kim Kardashian, feitas pela Bloomberg, foram baseadas em cálculos teóricos. "Relatos de celebridade a valer quase 6 mil milhões de euros são baseados no pensamento mágico sobre vendas ainda inexistentes. Por isso, atualmente ele vale menos de um terço disso," revela o artigo, calculando assim a sua fortuna em 1,52 mil milhões de euros

A revista sublinha ainda que esse valor está muito longe do homem negro mais rico dos Estados Unidos, Robert F. Smith, da Vista Equity, com 5,07 mil milhões de euros. Esta não é a primeira vez que a Forbes refuta valores apresentados por Kanye West. Em abril de 2020, o produtor alegava deter uma fortuna de 845 milhões de euros, enquanto Kanye West defendia um valor diferente: 2,78 mil milhões de euros.

Kim Kardashian e Kanye West avançaram para o divórcio

Kim Kardashian e Kanye West avançaram para o divórcio

Dimitrios Kambouris