Ryan Fischer

Ryan Fischer

Reprodução Instagram, DR

Ryan Fischer foi baleado no peito durante um violento assalto à mão armada enquanto passeava os três buldogues franceses de Lady Gaga, Miss Ásia, Koji e Gustav, sendo que dois dos cães foram roubados. Esta segunda-feira, 1 de março, o 'dog walker' de 39 anos publicou uma fotografia sua no hospital, entubado, e escreveu um emotivo texto a descrever a emboscada e a agradecer a todos os que o ajudaram a si e aos animais, que já apareceram.

4 dias atrás, enquanto um carro acelerava e sangue derramava do meu ferimento por arma de fogo, um anjo trotou e deitou-se ao meu lado. Os meus gritos de pânico acalmaram enquanto eu olhava para ela, embora visse que o sangue acumulado ao redor do seu corpo minúsculo era o meu”, começou por escrever Ryan na sua conta de Instagram, referindo-se a Miss Asia, a cadela que escapou durante o assalto.

"Eu embalei Asia o melhor que pude, agradeci-lhe por todas as incríveis aventuras que passámos juntos desculpei-me por não poder defender os seus irmãos e resolvi que ainda tentaria salvá-los... e a mim mesmo", continuou, acrescentando que deu uma descrição pormenorizada dos cães numa tentativa de salvá-los. "Olhei para trás para o meu anjo da guarda. Eu sorri para sua forma trémula, grato que pelo menos ela ficaria bem", rematou.

Pouco tempo depois da primeira publicação, Ryan publicou outra a explicar que sofreu uma "convulsão muito próxima da morte" e agradeceu às autoridades, família e amigos e aos profissionais de saúde. "E agora? Muita cura ainda precisa acontecer, mas estou ansioso para o futuro e para o momento em que serei bombardeado com beijos e lambidas (e talvez até um xixi de excitação?) da Ásia, Koji e Gustav", concluiu.

Ryan Fischer

Ryan Fischer

Reprodução Instagram, DR