Julie Sergeant marcou presença nas manhãs da TVI e durante a conversa falou sobre as saudades da mãe, a atriz Guida Maria, que morreu a 2 de janeiro de 2018, vítima de cancro no pâncreas.

"Às vezes passa [rápido] e às vezes não. Às vezes ainda me esqueço, quando estou muito cansada, venho das gravações e penso: 'Já não falo com a minha mãe há tanto tempo...' Depois cai-me a ficha e 'pum'. A sensação de que não se pode, nunca mais, falar e dizer aquilo que se devia ter dito enquanto estava viva, é muito dura", começou por dizer a atriz

Julie Sergeant

Julie Sergeant

Reprodução Instagram, DR

Julie admite que ambas tinham uma relação intensa e que discutiam muitas vezes, afastando-se como consequência. "Tenho tantas saudades dela. Tínhamos duas personalidades muito fortes, chocávamos muito. Tínhamos uma relação de amor-ódio", adiantando que lhe deve "muitas desculpas" sobre assuntos em que Guida Maria tinha razão e que Julie não soube reconhecer na altura.

"No fim da vida estivemos muito perto. Mas houve ali um período em que não estivemos assim tão perto e eu hoje arrependo-me muito disso", conta visivelmente emocionada. Nos últimos seis meses de vida de Guida Maria, a atriz dormiu na cama da filha.