Rúben Amorim assumiu o comando técnico do Sporting em março de 2020

Rúben Amorim assumiu o comando técnico do Sporting em março de 2020

Gualter Fatia

É já esta terça-feira, 19 de janeiro, que tem início a Final Four da Taça da Liga, que conta com Sporting, Futebol Clube do Porto, Benfica e Sporting de Braga. O primeiro jogo desta final a quatro opõe a equipa de Alvalade e o clube azul e branco. Do lado dos leões, estará no banco Rúben Amorim, que tenta conquistar o troféu pela segunda vez consecutiva como treinador, sendo que também já venceu a competição como jogador em seis ocasiões.

A primeira Taça da Liga conquistada pelo agora técnico foi na época 2008/2009, ao serviço do Benfica. A final que decorreu no Estádio Algarve opôs o clube da Luz ao Sporting, jogo que viria a ser decidido no desempate por grandes penalidades.

Na temporada seguinte, 2009/2010, Rúben Amorim voltou a conquistar o troféu pelo Benfica e marcou um dos golos da vitória sobre o Futebol Cube do Porto por 3-0.

Rúben Amorim com camisola do Benfica

Rúben Amorim com camisola do Benfica

Joe Giddens - EMPICS

Nas épocas 2010/2011; 2013/2014 e 2014/2015 ganhou novamente a competição pelo Benfica, sendo que na temporada 2012/2013, venceu o troféu pelo Sporting de Braga, altura em que estava emprestado à equipa bracarense pelo clube da Luz.

Já como treinador, Rúben Amorim sagrou-se vencedor da Taça da Liga na época passada, 2019/2020, ao serviço do Sporting de Braga, tornando-se no primeiro a conquistar o troféu como jogador e técnico.

A equipa minhota venceu a final da competição frente ao Futebol Clube do Porto por 1-0, com golo de Ricardo Horta. E é precisamente frente à equipa da cidade invicta que Rúben Amorim tenta garantir o acesso à final, que é já no próximo sábado, 23 de janeiro.

Rúben Amorim como treinador do Sporting de Braga

Rúben Amorim como treinador do Sporting de Braga

Gualter Fatia

"Os mais jovens darão mais um passo na sua afirmação, crescimento e enriquecimento profissional. Também foi para isto que a competição foi criada. Ao longo dos seus 14 anos de história, já foram muitos os que provaram que o bilhete de identidade não conta na hora de ter sucesso. Os mais experientes lá estarão para lhes dar o necessário apoio, e serão o ponto de equilíbrio em todos os momentos em que a equipa estiver por cima ou por baixo no jogo", declarou o técnico leonino à revista da Liga Portuguesa, citada pelo site Mais Futebol.

De salientar que em caso de vitória, o Sporting pode encontrar Benfica ou Sporting de Braga na final. As duas equipas jogam a segunda meia-final da competição esta quarta-feira.