Mondadori Portfolio

O médico pessoal do Papa Francisco, Fabrizio Soccorsi, morreu este sábado, 9 de janeiro. De acordo com o site Vaticano News, o profissional de saúde, de 78 anos, faleceu devido a complicações associadas à Covid-19.

Fabrizio Soccorsi encontrava-se internado no Hospital Gemelli por causa de uma patologia oncológica, mas o seu estado de saúde acabou por se agravar depois de ter testado positivo para o novo coronavírus.

"O professor Fabrizio Soccorsi, que servia o Papa desde 8 de agosto como médico pessoal, morreu pouco depois das 06h:30 deste sábado na clínica Agostino Gemelli, onde estava hospitalizado desde 26 de dezembro por uma patologia oncológica. [A morte ocorreu] como resultado de complicações pulmonares causadas pela covid-19", adiantou o Observatório Romano, citado pela TVI 24.

De salientar que Fabrizio Soccorsi era médico pessoal do Papa Francisco desde 2015, altura em que era consultor da Direção de Saúde e Higiene do Vaticano e diretor emérito de Hepatologia do Hospital San Camilo, em Roma.