Instagram

Chama-se Matthew Molding e foi notícia em todo o mundo durante este mês quando doou ações da companhia para funcionários de diferentes áreas, incluindo secretárias e motoristas. O CEO do The Hut Group fez com que 74 dos seus trabalhadores se tornassem milionários.

A estreia da companhia na bolsa, foi apenas em setembro, e fez com que as ações da bolsa escalassem a um ritmo galopante. Foram cerca de 912 milhões de euros gerados nesse mês e Houlding, numa entrevista ao Daily Mail, revelou ter distribuído 430 cotas de ações nos últimos dez anos ao seus funcionários. A imprensa britânica avança que uma das secretárias se reformou aos 36 anos.

“Nós criamos mais milionários do que qualquer outra empresa na história corporativa britânica. As ações são um presente a 100% , ninguém teve que pagar nada. Mudamos genuinamente muitas vidas", explicou.

Houldin doou perto de 11 milhões de euros para ajudar no combate à covid-19 em Inglaterra e doa ainda o seu salário de 822 mil euros, todos os anos, a instituições de solidariedade.

O The Hut Group é conhecido pela marca de suplementos alimentares MyProtein.