AARON CHOWN

Este domingo, dia 20 de dezembro, o príncipe William e Kate Middleton foram fotografados a visitar a 'Luminate', um evento natalício em Sandringham, no Reino Unido, e não causaram boa impressão.

Os duques de Cambridge estavam com os três filhos, o príncipe George, de sete anos, a princesa Charlotte, de cinco, e o príncipe Louis, de dois anos, e foram vistos com o príncipe Eduardo, a mulher Sophie Rhys-Jones, e os dois filhos, Lady Louise, de 17 anos, e James, de 13 anos, durante a caminha de inverno.

Este foi o motivo pelo qual os duques de Cambridge estão a ser acusados de quebrar a "regra dos seis". De acordo com o Daily Mail, as famílias chegaram ao local separadas e, segundo fontes reais, não havia intenção de se encontrarem. No entanto, foram vistos e fotografados a "misturarem-se" e a conversar em várias ocasiões, mantendo o distanciamento social.

"Na minha opinião eles [a família real] estavam claramente a quebrar as regras da Covid-19 porque eram nove deles de duas famílias diferentes. Eles estava a divertir-se à noite. Dava para ver que os jovens da realeza estavam a divertir-se muito, mas eu não pude deixar de pensar que era uma regra para eles e outra para o resto de nós. Foi realmente muito evidente", contou um transeunte ao jornal britânico. A testemunha conseguiu tirar fotografias (ver abaixo) do momento, que foram posteriormente divulgadas pelo Daily Mail.

Em Sandringham apenas podem estar juntas seis pessoas, no máximo, ao ar livre, se não residirem na mesma casa, devido à pandemia do novo coronavírus.

DR

DR