Matt Crossick - PA Images

Este sábado, dia 12 de dezembro, foi um dia triste para o mundo da literatura. Morreu o escritor britânico David John Moore Cornwell, conhecido por John le Carré, aos 89 anos, na Cornualha, no sul de Inglaterra.

É com uma enorme tristeza que tenho de partilhar a notícia de que David Cornwell, conhecido para o mundo como John le Carré, morreu após uma curta doença (sem relação com a Covid-19) na Cornualha, no sábado à noite”, lê-se no comunicado do agente publicitário e amigo de longa data, Jonny Geller.

“Os nossos corações estão com os seus quatro filhos, as famílias e a sua querida mulher, Jane”, disse ainda. Entretanto, a família do escritor revelou que este morreu de pneumonia no Royal Cornwall Hospital.

Descrito como “gigante incontestável da literatura britânica”, John trabalhou anteriormente para os serviços secretos britânicos como ex-espião durante a Guerra Fria, uma experiência que transpôs de forma brilhante para as suas obras como "O Espião que Veio do Frio” (uma das mais conhecidas), "A Toupeira", "Chamada para a Morte" e "O Fiel Jardineiro”.