Samir Hussein

Cher revelou recentemente que um homem a tentou matar após um espetáculo, em 1982. A revelação foi feita pela cantora, de 74 anos, à revista G2, do The Guardian.

"Um homem tentou matar-me", começou por dizer, explicando porque já não sai quando termina os espetáculos.

"Pensava que ele me ia apertar a mão, mas ele agarrou-me e colocou-me o braço atrás das costas. Começou a puxar-me para um beco e disse: 'Se fizeres barulho mato-te'", continuou. "Dois fãs, que mais tarde se tornaram amigos, perceberam que algo estava errado e começaram a gritar até ele fugir", relatou.

O episódio terá acontecido após uma performance em Nova Iorque.