Jeff Kravitz

Kelly Clarkson declarou guerra ao ex-marido, Brandon Blackstock, de quem se separou este ano após sete anos de casamento. O motivo? "Diferenças irreconciliáveis".

Sabe-se no entanto que a cantora de 38 anos entregou documentos à Comissão do Trabalho da Califórnia para processar o empresário de 43 anos, alegando que este cometeu fraude enquanto era seu gerente pessoal, cobrando taxas exorbitantes durante os 13 anos que foi sua cliente.

>> Kelly Clarkson conta como filha engana professor em videochamada: "Finge que o ecrã do computador congelou"

Nos documentos, Kelly afirma que Brandon não tinha permissão legal para exercer como "agente de talentos" porque nunca obteve uma licença. A artista quer agora todo o seu dinheiro, uma pequena fortuna, de volta.

De acordo com o que o advogado de Brandon, Bryan Freedman, disse à TMZ, Kelly tinha a sua própria agência de talentos (chamada CCA) e, embora a empresa de Starstruck fornecesse serviços de gestão de talentos em seu nome, fazia-o sempre com garantia da empresa de Kelly.

É uma pena que Kelly esteja novamente a tentar evitar o pagamento de comissões que deve e que devem ser feitas à Blackstock [empresa de Brandon] para tentar obter alguma vantagem no seu processo de custódia e divórcio”, afirmou.