David M. Benett

Após muitos rumores, George Clooney confirmou que ofereceu uma grande quantia de dinheiro aos amigos mais próximos, que no total foram 14 pessoas, e explicou a razão.

Em entrevista para GQ, o ator disse que foi um sinal de agradecimento por tudo o que fizeram por ele. “Eu apenas pensei que basicamente se eu fosse atropelado por um autocarro, eles estavam todos no testamento. Então, por que raio é que estou à espera de ser atropelado por um autocarro?”, disse. É importante destacar que a oferta aconteceu em 2013, mas só agora é que foi confirmada.

O melhor amigo de Clooney e parceiro de negócios da empresa de tequila 'Casamigos', Rande Gerber, foi o primeiro a revelar a notícia no MSNBC. Rande contou que George convidou todos os amigos para um jantar e entregou-lhes uma mala [da marca Tumi], cada uma contendo 1 milhão de dólares (cerca de 800 mil euros).

O ator de 59 anos achou a altura ideal porque não tinha ainda formado família. “Eu pensei: 'O que eu tenho são estes amigos que, ao longo de um período de 35 anos, me ajudaram de uma forma ou de outra”, explicou. “Eu dormi nos sofás deles quando estava sem dinheiro. Eles emprestaram-me dinheiro. Eles ajudaram-me quando precisei de ajuda ao longo dos anos. E eu ajudei-os ao longo dos anos... E pensei... sem eles eu não teria nada disto", continuou.

Recorde-se George Clooney casou em 2014 com Amal Alamuddi e dois anos depois tornaram-se pais dos gémeos Alexander e Ella.