Reprodução Instagram, DR

Gordon Ramsay está a ser fortemente criticado pelos seus vizinhos, que o acusam de quebrar todas as regras de quarentena impostas pelas autoridades sanitárias no intuito de evitar a propagação do novo coronavírus.

>> GORDON RAMSAY DESPEDE MAIS DE 500 TRABALHADORES EM PLENA CRISE PANDÉMICA: "LIVROU-SE DE NÓS QUANDO MAIS PRECISÁVAMOS DE APOIO”

Uma das fotografias que denunciaram Gordon Ramsay

Uma das fotografias que denunciaram Gordon Ramsay

Ínstagram

Em causa está uma viagem que o famoso chef de cozinha e apresentador de televisão fez aos Estados Unidos para marcar presença na cerimónia dos Royal Marines do seu filho Jack. Ramsay, de 53 anos, voou para o aeroporto de Heathrow, em Londres, na passada quinta-feira, 8 de outubro, e depois de helicóptero para a sua residência na Cornualha, avança o Daily Mail.

>> GORDON RAMSAY RECEBE AVISO DA GUARDA COSTEIRA POR DESRESPEITAR REPETIDAMENTE AS REGRAS DA QUARENTENA

O governo britânico determinou que todos os passageiros que regressam dos EUA devem permanecer em isolamento profilático durante 14 dias, mas cerca de 24 horas depois de regressar ao país, mas as fotografias partilhadas nas redes sociais acabaram por denunciar a atitude “extremamente irresponsável” de Gordon Ramsay. É que dias antes da cerimónia militar do filho, o chef já tinha estado no outro lado do Atlântico por motivos profissionais e tinha regressado a casa por um curto período de tempo.

Gordon Ramsay com a mulher e os filhos

Gordon Ramsay com a mulher e os filhos

Instagram