Europa Press Entertainment

O cartoonista argentino Joaquín Salvador Lavado, mais conhecido por Quino, morreu aos 88 anos. A notícia foi confirmada pelo seu editor Daniel Divinsky, no Twitter.

"Quino morreu. Todas as pessoas boas no país e no mundo vão chorar por ele", escreveu.

Filho de pais espanhóis, nascido em 1932, Quino, desenhou e publicou vários livros de desenho gráfico para um público mais adulto, onde predominavam o humor negro e a crítica à realidade política e social. Uma das suas personagens mais conhecidas é Mafalda, uma improvável e contestatária comentadora política da banda desenha, criada em 1964, cujo interesse perdura até hoje.

Devido a graves problemas de saúde, o autor foi sujeito a seis operações cirúrgicas em apenas 10 anos, tendo deixado de desenhar, com regularidade, em 2006.

Em 2014, foi distinguido Prémio Príncipe das Astúrias de Comunicação e Humanidades.