Sarah Ferguson era vista como uma "verdadeira mulher do campo" e tinha muito em comum com os sogros, uma vez que tinha uma paixão por animais, ski e equitação, ao contrário da princesa Diana, que estava a lutar bastante para se adaptar à sua nova vida como membro da família real.

Não demorou muito tempo para as pessoas começarem a comparar as duas mulheres. "Diana era vista como temperamental e Fergie [como é conhecida] era a mulher divertida, que era uma lufada de ar fresco na família", disse uma especialista da família real, Jennie Bond.

Ciente das diferenças entre a sua esposa e aquela que era na altura a mulher do seu irmão, o príncipe André, que está envolvido em vários escândalos relacionados com uma rede de tráfico, o príncipe Carlos fez um comentário que terá sido "uma das observações mais cruéis e dolorosas" que poderia ter feito à princesa do povo.

O filho da rainha Isabel II perguntou a Diana o porquê de não se parecer mais como a cunhada. De acordo com a psicóloga Jo Hemmings, essa não foi uma pergunta intencional. “Para quem já tem uma auto-estima muito baixa, que se sente muito vulnerável, isso não foi apenas uma refutação", afirmou.

A relação entre Sarah Ferguson e a Princesa Diana nem sempre foi tensa, pois anteriormente eram amigas extremamente próximas e até foi Diana que juntou Fergie com o príncipe André, com quem se casou em 1986 e separou-se 10 anos depois.