Meghan Markle e Harry de Inglaterra

Meghan Markle e Harry de Inglaterra

Getty Images

Em março deste ano, o príncipe Harry de Inglaterra e a sua mulher, Meghan Markle, deixaram oficialmente de pertencer ao núcleo sénior da família real britânica, uma decisão tomada e anunciada meses antes. Com ela veio também a mudança para o outro lado do Atlântico, primeiro para o Canadá e depois para os Estados Unidos, e uma nova vida que, esperavam, fosse facilitada pelo facto de ambos já serem mundialmente conhecidos.

O casal com o filho, Archie

O casal com o filho, Archie

Pool

Certo é que a produtora que fundaram já conseguiu um contrato milionário com a Netflix (mais pormenores aqui), mas, feitas as contas, as receitas previstas para este ano não alcançarão sequer metade daqueles que ambos tinham previsto. De acordo com o jornal britânico The Sun, Harry e Meghan esperavam arrecadar mais de um milhão de euros. Contudo, entendidos na matéria garantem que os valores ganhos andam entre os 270 e os 440 mil euros.

A pesar nas contas estará “a atitude sobranceira” e “as inúmeras exigências” feitas pelo casal, mas especialmente por Meghan Markle. “Tudo isto afasta clientes que poderiam estar interessando em tê-los nos seus eventos”, começa por explicar o especialista em realeza Toby Young, antes de acrescentar: “O mais curioso é que eles continuam a fazer as exigências habituais para os membros da família real, quando pediram para sair do núcleo sénior para terem uma vida mais tranquila, livre e com menos pressão”.