Reprodução Instagram, DR

Regina Duarte sofreu uma queda nas ruas de São Paulo há vários dias, mas só este fim de semana a atriz decidiu partilhar com os seus seguidores nas redes socias o sucedido.

"O telemóvel pode ser uma arma", começou por escrever.

"Há duas semanas, caminhando rapidamente numa calçada irregular de São Paul, vinha eu a escrever uma mensagem que considerava “urgente” e não me dei conta de uma depressão que existia logo ali à minha frente . Resultado: pisei em falso nela, aterrei de boca no chão, queixo, nariz, não tive tempo de amortecer a queda, fui de boca no chão. Resultado: quebrei três dentes, muito sangue, a boca cheia de cacos de porcelana, as pessoas que viram a queda, assustadas, queriam levar-me para um hospital, eu recusava, estava mesmo bem perto de minha casa, agradeci e fui , no aconchego do lar, avaliar o estrago", revelou,

"Já com a boca anestesiada segui para meu cirurgião plástico no Pronto Socorro do Sirio, para uma cirurgia de hora e meia. Foram 16 pontos em três camadas do epitélio que fiz questão de assistir, claro que depois de quatro tubos de anestesia e sem sentir um pingo de dor", continuou.

No final da publicação, a ex-secretária da Cultura do governo de Jair Bolsonaro voltou a deixar um alerta para o uso indevido do telemóvel.

"É imprescindível ficarmos alertas para os perigos do uso equivocado dos telemóveis. Esses aparelhinhos tiram-nos a capacidade de concentração, mantém-nos atrelados a eles, atrasando os reflexos e podendo pôr em risco a nossa vida", acrescentou.