Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha (atrás), e a infanta Sofía e a princesa Leonor (à frente)

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía de Espanha (atrás), e a infanta Sofía e a princesa Leonor (à frente)

Getty Images

Os escândalos em que o rei emérito de Espanha está envolvido estão, inevitavelmente, a afetar a imagem da Casa Real espanhola, mas Letizia parecia já ter percebido que isto viria a acontecer e, nos últimos anos, tudo tem feito para manter o sogro afastado do seu núcleo familiar mais restrito, o marido e as filhas, e assim garantir que estes não saem lesados.

A relação distante que o rei Juan Carlos sempre manteve com a princesa Leonor e a infanta Sofía foi muitas vezes notícia na imprensa espanhola e percebe-se agora que, prevendo o que poderia vir a acontecer, Letizia tinha tudo pensado. O rei emérito não marcou, por exemplo, presença nos primeiros atos oficiais importantes para a princesa Leonor enquanto futura rainha do país, como o seu primeiro discurso na cerimónia do Prémio Princesa das Astúrias, em outubro de 2019, algo que fez correr muita tinta na imprensa de todo o mundo.

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía

Letizia, Felipe VI, Juan Carlos e Sofía

Getty Images

De acordo com especialistas em realeza citados pelo jornal El País, a rainha de Espanha rapidamente percebeu que o seu sogro tinha algumas coisas a esconder – nomeadamente os negócios ilícitos de que agora é acusado e as amantes – e, por isso, fez questão de sempre manter uma certa distância. Juan Carlos, por sua vez, também nunca terá escondido o seu desagrado perante a escolha do filho, Felipe VI, em casar-se com uma antiga jornalista e, ainda por cima, divorciada.

Ao longo destes anos – o enlace remonta a maio de 2004 – foram mantendo a imagem de família unida sempre que a situação assim o exigia, mas na última década Juan Carlos já nem se mostrava muito interessado em manter as aparências. Terá chegado a desabafar com amigos que Letizia foi “o pior que entrou em sua casa” (saiba mais aqui) e têm sido muito poucas as vezes em que se juntou a uma reunião familiar desde que abdicou do trono a favor de Felipe VI.

Pool

A última vez que o rei emérito foi visto em público com as netas em público remonta a janeiro de 2018, quando o pai a condecorou com o Tosão de Ouro. Este momento poderá não se repetir, uma vez que Juan Carlos de Espanha, de 82 anos, decidiu exilar-se no estrangeiro e afastar-se de todas as polémicas e do escândalo de corrupção em que está envolvido. Cascais, Suíça, República Dominicana e Abu Dhabi são alguns dos locais apontados como destino escolhido pelo monarca para o exílio.